quinta-feira, 28 de julho de 2011

 
Eu quero ser ritmo pra canção, calor que aquece as mãos, 
 afago em abraço quentinho, 
 mensagem apaixonada de toda madrugada, 
quero ser ligação inesperada e até flor roubada,  
pulsar disparado no lado esquerdo do peito,  
quero ser razão  de um olhar bobo e intenso. 
Sorriso ao acordar, pensamento quando a noite chegar, 
 ser inspiração de poesia inventada, 
ser porto seguro, quero ser o contar das horas, 
em espera de encontro marcado, ser começo, 
meio e final feliz em conto de vida real.
História para os netos, amor pra vida toda...
 

 

quarta-feira, 27 de julho de 2011



Não estou pedindo que você me ame... Apenas que me beije... 
Me abrace forte e me deixe amar você. 
O meu corpo tem urgência dos teus carinhos, do teu toque... 
E não das suas promessas e juras de amor eterno... 
Deixe seus olhos brilharem de desejo... 
E simplesmente seja meu...

terça-feira, 26 de julho de 2011

 
O tempo corre, a vida segue e repentinamente me bate uma saudade esquisita, acordo mais uma vez pensando em você.  Sem titubear, pego o celular e chego até seu nome, mais acabo desistindo de qualquer reaproximação... Então pra minha surpresa minutos depois, recebo uma mensagem sua... não, não era  exatamente a que gostaria de receber... Mais sim, era você!!! A consciência durona vem dizer que tudo não passa de mera coincidência. Mais o coração não... Este bate forte e legitima o que a gente já sabe. É só mais um episódio da tal da “sintonia” (vou chamar assim) de novo mandando o recado que a gente não consegue ou evita entender.

Engraçado como essa “sintonia” acontece, não me lembro de ter acontecido com mais ninguém, só com você... Talvez fosse explicada com aquela coisa de vidas passadas, futuras e sei lá mais qual tempo, mas eu não acredito nisso. Nem você (eu acho rs) então deixamos assim ficar....

Não sei economizar emoções, mas to tentando evitar pensar em fatos que envolvam pronomes na primeira pessoa do plural, dois trabalhos... Agora fica essa música do foo fighters tocando sem parar. Na tv, no rádio, no meu pc, na minha cabeça... Ficam meus amigos me perguntando porque cargas d'água não virou... Fico eu calada com cara de mistério, de incógnita, dizendo que não sei, mas bem ciente de que era pra ser assim, pra ficar no peito o gosto bom que a vida tem.

Me arrependo de ter evitado fazer certas perguntas, com medo do poder de suas respostas sob esse coração bobo... Mais lembro em detalhes da primeira vez que te vi, da conversa esquisita e da sensação boa que tive... aliás lembro de tudo, cada palavra, cada gesto, cada troca de olhar...Eu lembro com a nostalgia de quem pararia o mundo pra viver novamente...  Esse final de semana me perguntaram se não arrependi de tanta entrega e resposta foi não. Não me arrependi de nada, nem mesmo do que não foi bom...

Fico cogitando e negando a possibilidade de uma reaproximação, um reencontro. Mais os tempos são outros e melhor mesmo é deixar tudo como está. Acabo rindo da minha própria inconseqüência, cortejando uma reposta ou uma solução que não chega.

A razão culpa as lembranças pelos devaneios que atravessam o tempo.  É fácil esquecer alguém comum, dessas pessoas que não deixam marcas nem motivos pra sorrir. Difícil é ver a vida passar e ter de admitir que só o que vale, fica. Talvez tenha faltado maturidade, talvez tenha tempo, talvez eu tenha ido com muita sede,  mais o fato é que sobrou intensidade, transbordou paixão e sobraram páginas de meio e fim a serem escritas e creditadas. O fato é que alguns querem saber como superar a distância, a perda, o fim. Outros reclamam a dialética da saudade e da dor. Há ainda os que querem saber quem inventou a paixão. Eu não... No fundo, eu só queria saber o que fazer com tudo que fica...
 



Me liberta, me expulsa de mim. 
ostra uma arte verdadeira, sem ensaios e apresentações semestrais. 
Quero perder a garantia por uso excessivo, 
gastar os saltos dos meus sapatos. 
Eu não quero nada impossível, quero realidade. 
Quero alma e vida de verdade.

domingo, 24 de julho de 2011


Não... hoje eu não escolheria você!

 Não foi à toa que Adélia Prado disse que "erótica é a alma". Enganam-se aqueles que pensam que erótico é o corpo. O corpo só é erótico pelos mundos que andam nele. A erótica não caminha segundo as direções da carne. Ela vive nos interstícios das palavras. Não existe amor que resista a um corpo vazio de fantasias. Um corpo vazio de fantasias é um instrumento mudo, do qual não sai melodia alguma. Por isso, Nietzsche disse que só existe uma pergunta a ser feita quando se pretende casar: "continuarei a ter prazer em conversar com esta pessoa daqui a 30 anos?

sábado, 23 de julho de 2011

Meio amor, meio amigo, meio sentimento (...)



Me desculpe, mais não gosto de meio termos...
Coisas verdadeiras pra mim, são completas!!

domingo, 17 de julho de 2011

E de repente, a menininha cresceu,Ela já leva o namorado em casa,Ela já usa salto alto e batom vermelho.Já sabe como provocar um homem,Já sabe como machucar alguém,E já sabe que não deve chorar por nada.Já foi sensivel hoje é fria.E de repente,ela já tem mais cabeça do que qualquer mulher.Ela já sabe a medida exata para seduzir alguém e esculachar alguém também.Já sabe o que quer da vida e já usa tinta nos cabelos.Já planeja ter seu carro e seu apartamento.Já tem argumentos para tudo o que quer,E já sabe manipular o homem ou mulher que quiser.Já brigou com amigas e já traiu um namorado,Ela já falou com todos os estranhos que a mãe sempre disse para ficar longe.Ela já sabe estudar.Já sonha com uma profissão e já pode cuidar do irmão. De repente ela já faz comida. Já lava a louça e cuida do namorado. E de repente ela tem.Quantos anos?E de repente isso não importa,e de repente ela não é mais uma menininha!  http://meme.yahoo.com/natiibutterfly/originals/ 

E de repente, a menininha cresceu... Ela já leva o namorado em casa, ela já usa salto alto e batom vermelho. Já sabe como provocar um homem, já sabe como machucar alguém e já sabe que não deve chorar por nada e por ninguém...Já foi sensível hoje é realista. E de repente, ela já tem mais cabeça do que qualquer mulher. Ela já sabe a medida exata para seduzir alguém e dispensar alguém também. Já sabe o que quer da vida e já usa tinta nos cabelos. Já planeja ter apartamento. Já tem argumentos para tudo o que quer. Já brigou com amigas e já teve vários namorados. Ela já falou com todos os estranhos que a mãe sempre disse para ficar longe. Já tem sua profissão que tanta ama. De repente ela já faz comida. Já lava a própria roupa e cuida do namorado. E de repente ela tem... quantos anos? Isso não mais importa...  ela não é mais uma menininha!  

quarta-feira, 13 de julho de 2011



"Sim, a tecnologia é mesmo fantástica.
 Só que hoje eu queria sumir com você,
para um lugar onde não pegasse o celular,
não pegasse a internet, não pegasse a televisão.
Mas que a gente, em compensação...se pegasse muito."

domingo, 10 de julho de 2011

http://api.ning.com/files/BEdhj9aKlXlGCSsvZrlYnwqT4mR0M4ZrXFxH-y2b9z3ceCHKimYVzn896ZEyrY0ATGx6Z7uAMVBZ6qj0xqbYH-f1V6Da3-1e/untitledI.bmp 

Um homem só encontrou a mulher ideal quando olhar no seu rosto e ver um anjo,
e tendo-a nos braços ter as tentações que só os demônios provocam...     #AMEIIII!!

Pablo Picasso
http://www.paixaoeamor.com/arquivos/fotos/36A75.jpg

De repente você conhece um alguém especial. Era um estranho, que foi ficando importante demais na sua vida. Uma amizade se formou e logo nenhum dos dois queria ficar muito tempo sem o outro. Talvez alguém ali se apaixone, talvez os dois... Mas o que é certo? Ninguém sabe. Pode ser a hora errada, ou o momento ideal. Pode ser que eles tenham nascido para serem melhores amigos, pelo resto da vida. Mas quem sabe eles não sejam exatamente o que o outro precisa?

quarta-feira, 6 de julho de 2011


Uma amiga ensinando a outra a conjugar o verbo amar:Eu te amo. Tu me amas. Ele não te ama. Nós não ligamos. Vós levantais a cabeça. E Eles se perguntam "como ela consegue".
 
Ele era, sim, tudo o que uma mulher sonhou. Um loiro alto, de olhos claros e sorriso estonteante. Me fez acreditar de novo em contos de fadas, príncipe encantado e finais felizes. Por ele, passei noites em claro a imaginar um futuro incrível. Era possível notar o encanto nos meus olhos. Mas aí vem você. Com toda essa marra, caindo na farra e me tirando do sério. Um moreno lindo que me deixa sem fôlego. Alguém que, de um jeito estranho e arrebatador, sabia exatamente o que fazer. Mas aí vem você. E me faz descobrir que apesar dos príncipes existirem, é pelo lobo mau que a gente se apaixona.

domingo, 3 de julho de 2011

http://1.bp.blogspot.com/-vffO5fBAuN4/ThB_uNb3V-I/AAAAAAAACF8/TM-Scy72Ppc/s1600/tumblr_lef0q9MHoH1qeeo2oo1_1280_large.jpg

Quero acordar do seu lado num domingo de manhã e saber que não temos hora para sair da cama. E, depois, ir tomar café na padaria e ler o jornal com você. Quero ouvir você me contar sobre o trabalho e falar detalhadamente de pessoas que eu não conheço, e nem vou conhecer, como se fossem meus velhos amigos. Quero ver você me olhar entre um gole de café e outro, sem nada para dizer, e apenas sorrir antes de voltar a folhear o caderno de cultura. Quero a sua mão no meu cabelo, dentro do carro, no caminho do seu apartamento. Quero deitar no sofá e ver você cuidar das plantas, escolher a playlist no ipod e dobrar, daquele seu jeito metódico e perfeccionista, as roupas esquecidas em cima da cama. E que, sem mais nem menos, você desista da arrumação, me jogue sobre a bagunça, me beije e me abrace como nunca fez antes com outra pessoa. E que pergunte se eu quero ver um DVD mais tarde. Quero tomar uma taça de vinho no fim do dia e deitar do seu lado na rede, olhando a lua e ouvindo você me contar histórias do passado. Quero escutar você falar do futuro e sonhar com minha imagem nele, mesmo sabendo que eu provavelmente não estarei lá. Quero que você ignore a improbabilidade da nossa jornada e fale da casa que teremos no campo. Quero que você a descreva em detalhes, que fale do jardim que construiremos, e dos cachorros que compraremos. E que faça tudo isso enquanto passa a mão nas minhas costas e me beija o rosto. Quero que você nunca perca de vista a música da sua existência, e que me prometa ter entendido que a felicidade não é um destino, mas a viagem. E que, por isso, teremos sido felizes pelos vários domingos na cama e pelos sonhos que compartilhamos enquanto olhávamos a lua. Que você acredite que não me deve nada simplesmente porque os amores mais puros não entendem dívida, nem mágoa, nem arrependimento. Então, que não se arrependa. Da gente. Do que fomos. De tudo o que vivemos. Que você me guarde na memória, mais do que nas fotos. Que termine com a sensação de ter me degustado por completo, mas como quem sai da mesa antes da sobremesa: com a impressão que poderia ter se fartado um pouco mais. E que, até o último dia da sua vida, você espalhe delicadamente a nossa história, para poucos ouvintes, como se ela tivesse sido a mais bela história de amor da sua vida. E que uma parte de você acredite que ela foi, de fato, a mais bela história de amor da sua vida. Que você nunca mais deixe de pensar em mim quando for a Londres, escutar Dream' Bout Me ou ler Nick Hornby. E, por fim, que você continue a dançar na sala. Para sempre. Mesmo quando eu não estiver mais olhando...

Milly Lacombe

PS: Não tem como ler isso e não chorar um balde...
http://2.bp.blogspot.com/-7kQ8_SYthCs/TfIJn1GfnfI/AAAAAAAACBs/xfLUeUJs9v0/s1600/tumblr_lddjv4vuny1qzze69o1_400_large.jpg 

A injustiça impera até no acaso...
Porque tem uns zezinhos que cruzam na nossa frente 
que são totalmente desnecessários!
Tem coisa pior do que homem burro?! Sem noção!?
Tu quer ver o tudo na frente, mais não quer ver o elemento! 
Aí o infeliz te manda mensagenzinhas imbecis do tipo 
"sonhei contigo" "lembrei do nada de vc" e blá blá blá!
Lembrou de mim? Que PEENAAAAAAAA!


http://3.bp.blogspot.com/-1ZenUzQggQg/ThCLLhlqxHI/AAAAAAAACGA/Cstq9vHRqXA/s1600/tumblr_kqwxfvBMXN1qzlvpto1_400_large_large.jpg 
 
Eu faço força pra acreditar que não existem pessoas tão frias e sem coração
Mais a vida me desmente mais e mais...

Clarice Lispector escreveu uma das coisas mais certas que já li: 
"E o que o ser humano mais aspira é tornar-se mais humano"
 
E o que mais quero é que Deus me proteja de gente assim,
demasiadamente desumana...